"Agrada-te do Senhor, e Ele satisfará os desejos do teu coração. Entrega o teu caminho ao Senhor, confia nele, e o mais Ele fará." Sl37: 4-5















sexta-feira, 28 de agosto de 2015

Venci o primeiro mês!

O primeiro mês de trabalho já passou e eu sobrevivi... ufa!!!! Mas essa semana foi tão puxada, mas tão puxada, que de quarta pra quinta eu até sonhei que estava pedindo demissão rsrsrsrsr... sério!!! e sonhei que eu virava pro meu marido e dizia: amor, vamos voltar pra Flórida, pq lá era mais fácil.... rsrsrsrs... É que eu estava muito cansada!!! Na quarta eu trabalhei duro o dia todo, levei trabalho pra casa e fiquei me matando de trabalhar até altas horas da noite. Mas isso foi errado pq ninguém estava me pagando e nem tinha me pedido pra trabalhar hora extra, eu fiz pq sou "bitolada" demais e por querer fazer tudo bem feito. 
Acho que por tudo isso, por toda pressão que eu senti, o meu cérebro criou esses sonhos. E não fazem nem muito sentido, já que na Flórida eu trabalhei pra caramba!!! A diferença é que lá o dinheiro rendia mais do que aqui, mas em compensação o estresse era maior.
Mas graças a Deus eu venci mais um gigante!!! A semana não foi fácil mas eu passei por ela e passei bem.
Pra fechar com chave de ouro acabei de chegar em casa do estudo bíblico. Como vcs sabem eu comecei um estudo em português na minha casa uma vez por semana, sempre nas sextas. Há duas semanas eu decidi fazer o estudo na igreja pq o grupo deu uma crescidinha e tem sido bem bacana. É uma forma de estudar a palavra de Deus e matar a saudade da igreja brasileira. 
Aqui tem muitas igrejas canadenses bacanas e eu super recomendo, inclusive eu frequento uma nos domingos pela manhã, a Richmond Baptist Church. Mas eu sentia muita falta de ouvir a palavra de Deus em português, de estar junto naquela comunhão, cheio de crianças correndo, a gente conversando, enfim... Por causa disso eu comecei as reuniões em minha casa e a minha igreja, Richmond Baptist Church, me cedeu um espaço pra que eu pudesse fazer as reuniões lá. Agora eu estou pedindo a Deus que mande pessoas preparadas e que estejam no mesmo Espírito pra somar no grupo.
Esse meu grupo é dia de sexta em Richmond, mas eu tb recomendo o grupo de uma amiga minha que se reúne aos sábados na Willington Church em Burnaby e o grupo de um pastor brasileiro que se reúne `as segundas em Vancouver, o Aviva Vancouver.
Como vcs podem ver Deus tem levantado seu povo aqui.
Se vcs quiserem mais informações sobre igrejas em Vancouver podem me mandar uma mensagem.
Que Deus abençoe o nosso final de semana.

terça-feira, 25 de agosto de 2015

Todo mundo quer vir

Olá amigos blogueiros, hoje eu estou morta de cansada!!! Já estou no ritmo do emprego e agora eles não param de me dar mais tarefas. Parece que estou me encontrando e eles me valorizando, pq estão confiando cada vez mais.
O trabalho tem muitos desafios, sendo o inglês um deles, mas Deus tem me dado graça e sabedoria. Tem vezes que quando o "bicho pega" eu abaixo a cabeça e faço uma breve oração, tipo: Senhor, me socorre!!! rsrsrsrsrs... E Ele tem me escutado :) 
Mas eu parei aqui hoje pra comentar com vcs que eu nunca vi chegar tanto brasileiro pra morar aqui em Vancouver como tem chegado nos últimos meses. A impressão que eu tenho é que todo mundo que pode está saindo do Brasil.
Esse final de semana mesmo eu conheci uma família abençoada que chegou de SP. Eles já me conheciam pelo blog, entraram em contato comigo e marcamos pra nos conhecer. Lógico que rolou um jantarzinho, né??? pq tudo é motivo pra uma festinha rsrsrsrs...
Bom, eles estão na procura de uma casa pra alugar e não sabem onde Deus vai abrir a porta, mas eu estou orando que seja perto de mim, pq quanto mais gente bacana melhor :)
Mas eu gostaria de deixar um alerta aqui: se vc está vindo ou está querendo vir procure pesquisar muito antes de tomar essa decisão pra não ser pego de surpresa e não gastar mais do que deve. Vir como imigrante é uma coisa, como estudante internacional é outra completamente diferente.
Gente, vou dormir! tô muito cansada!!! Só parei aqui pra dizer que estou indo bem no trabalho e deixar vcs cientes de que tem muita gente chegando pra começar a vida aqui. Famílias e mais famílias que estão buscando uma vida melhor e mais tranquila longe do nosso Brasil. Fico feliz de ter tomado essa decisão há muitos anos atrás... Mas Deus sabe de tudo, né??? Se for pra vc vir e ficar Ele vai abrir as portas.
Que o Senhor nos dê um resto de semana abençoado, cheio de coisas boas.
Uma boa noite pra vcs.

domingo, 16 de agosto de 2015

Segunda semana de trabalho

Durante minha primeira semana de trabalho muita gente me disse que era normal se sentir perdida, mas eu, como sempre, achei que eu estava mais perdida que o normal rsrsrsrs... Cheguei a questionar minha capacidade, minha carreira, meus talentos... pensei até em procurar uma outra coisa pra fazer da vida rsrsrsr...
Mas na segunda semana tudo mudou!!! A frase que veio muito na minha cabeça foi "em terra de cego quem tem olho é rei". E eu cheguei a conclusão que eu sou muito mais preparada do que eu imaginava.
Ainda não sei se a empresa e eu vamos ter um relacionamento duradouro, pq ainda tá tudo muito novo. Nós estamos ainda na fase das descobertas e tanto eu quanto a minha chefe precisamos nos conhecer melhor e ver se os nossos "goals" se encontram ou se completam. Mas eu tenho tranquilidade de dizer que a minha segunda semana foi bem melhor do que a primeira. Estou me sentindo mais segura.
Uma coisa que me tranquiliza é saber que eu orei muito antes de conseguir essa primeira oportunidade, por isso, tenho certeza que Deus está no controle e a porta que Ele abre só Ele mesmo pode fechar.
Quando colocamos as nossas vidas nas mãos do Senhor sentimos paz pq sabemos que Ele tem um propósito em todas as coisas. Só precisamos orar, entregar e confiar.
Mudando de assunto, na sexta eu conheci um casal que me conheceu através do blog e ao chegar aqui em Vancouver entrou em contato comigo. Eles participaram de um dos estudos bíblicos que faço toda semana e foi muito bacana. 
Essa não é a primeira vez que Deus permite que eu conheça e fique amiga de pessoas que já leram esse blog. Algumas se transformaram em amigas íntimas e convivem comigo até hoje.
Quem abraça o desafio da imigração sabe e entende como é importante fazer amigos e investir nas amizades. 
Eu sou muito grata a Deus pq eu, meu marido e minha filha chegamos aqui com algumas malas e o endereço do hotel. Não conhecíamos ninguém!!!! Mas o Senhor esteva conosco e colocou as pessoas certas no nosso caminho. Eu espero que aconteça o mesmo com vcs que estão vindo.
Que Deus nos dê uma semana abençoada!!!
Boa noite!

sábado, 8 de agosto de 2015

Primeira semana no emprego

Depois de muita procura eu, enfim, comecei a trabalhar. Mas eu acho que já não lembrava como era.
No primeiro dia eu me senti tão perdida que tive vontade de sair correndo e não voltar mais rsrsrsrs... Só não fiz isso pq ninguém me deu um motivo forte, mas que eu pensei eu garanto que pensei rsrsrsr...
No primeiro dia eu voltei tão triste pra casa que meu marido ficou preocupado achando que eu estava odiando o trabalho. Ele me perguntou várias vezes se tinha acontecido alguma coisa rsrsrs... Mas não teve nada demais, eu é que me senti um "peixe fora d'água".
Besteira minha, pq eu deveria saber que o começo seria esquisito mesmo, afinal, eu estaria conhecendo uma nova empresa e novos colegas. É normal se sentir estranho.
O escritório não é grande e todas as pessoas que eu conheci foram muito educadas, inclusive as donas. O ambiente é tranquilo e até os momentos muito "busy" não são excessivamente estressantes. 
O lugar em si é muito bom, eu não posso reclamar, mas depois de anos fora do mercado de trabalho quando eu me vi sentada num escritório por 8 horas na frente de um computador tenho que fazer trabalhos que precisam ser aprovados constantemente eu me senti presa e sufocada. Sem falar que eu quase surtei quando minha chefe disse que eu teria que escrever dois posts por semana para os blogs de duas empresas. Na hora eu tentei ser otimista e pensei que o Deus do impossível poderia me capacitar, que eu seria obrigada a melhorar o meu inglês... mas depois eu pensei, pensei e pensei... pensei tanto que mal dormir rsrsrssrs e cheguei a conclusão que escrever posts empresariais em inglês não era pra mim. Eu só não sabia como ia falar isso.
Eu juro que quis pedir demissão pra fugir de toda essa pressão e voltar pra minha liberdade rsrsrsrs... Mas as contas, o meu marido e principalmente imaginar minha mãe falando no meu ouvido me fizeram tentar rsrsrssr...
No segundo dia logo pela manhã eu tive uma reunião com a minha chefa, fiz algumas sugestões e mostrei como um blog de uma grande empresa daqui de vancouver é organizado. Eu expliquei que eu não era a pessoa certa e a mais preparada pra escrever um blog em inglês daqueles, mas que se ela realmente quisesse eu poderia tentar. Ficou combinado que eu tentaria, mas tem uma pessoa da administração que gosta de escrever e tem escrito os últimos posts, o que tirou o peso das minhas costas rsrsrsrsrs.
Eu tenho pra mim que eu me sentiria mais realizada trabalhando pra uma ong, pra uma igreja, pra alguma coisa que tivesse um valor social, algo que eu acreditasse muito, mas, enfm, Deus sabe de todas as coisas. E foi nisso que eu pensei quando acordei pra trabalhar nos dias seguintes.
Posso dizer que no final da semana eu já estava me sentindo melhor. Apesar de continuar um pouco perdida foi mais fácil encarar o trabalho. Digamos que eu comecei a acreditar que pode dar certo.
Mas uma coisa me deixou feliz nessa semana. Uma brasileira que eu conheci pelo LinkedIn pediu que eu escrevesse um post pra uma escola de inglês daqui de Vancouver e eu fiz correndo na quinta a noite e mandei pra ela. Na sexta ela pediu permissão pra publicar :) Claro que eu concordei!!! Eu amo escrever em português!!! Amaria em inglês se eu tivesse 100% de certeza da linguagem.
Bom, pra encerrar, eu gostaria de deixar registrado aqui que o estudo bíblico aqui em casa ontem foi MARAVILHOSO!!! convidei um pastor brasileiro pra vir dar uma palavra e foi uma noite impactante na qual Deus falou profundamente aos nossos corações. Pouco a pouco Deus está levantando o seu povo aqui em Vancouver.
Vou ficando por aqui. Que Deus abençoe o nosso final de semana e a semana que se inicia. Que o Senhor me guie e me dê sabedoria nesse emprego e que continue me usando pra abençoar a vida de outras pessoas.
Uma boa noite.

domingo, 2 de agosto de 2015

Mais um passo

Eu já estou começando a sentir um friozinho na barriga com o começo do meu novo emprego :) Por conta do feriado prolongado, pq segunda é BC day, eu vou começar na terça. Mas desde a semana passada eu já tenho lido e pesquisado sobre a empresa e o mercado. Fico tentando me preparar ao máximo pra esse novo desafio.
Desde que a minha filha nasceu, há 7 anos, eu tenho me dedicado a mil outras coisas mas não a um emprego formal. Vcs bem sabem que meus últimos três anos aqui no Canadá foram de estudo e adaptação. Agora, quase canadense rsrsrs, é que eu vou encarar o mercado de trabalho de fato... ai, meu Deus!!! rsrsrsr
As vezes eu me pego refletindo em como a vida de um imigrante "comum" é feita de passo a passo. Eu falo "comum" pq tem casos excepcionais de pessoas que chegam e já se dão bem de cara. Mas a grande maioria é como eu, tem que trilhar o caminho contando os passos. 
Graças a minha experiência anterior nos EUA eu vim pro Canadá preparada, sabendo o que eu iria enfrentar. Infelizmente muita gente subestima os desafios da imigração e sofre muuuito quando se depara com os desafios.
A grande maioria dos brasileiros que tem chegado aqui em BC tem vindo com visto de estudante internacional. São pessoas que não qualificam como imigrante ou que não tem paciência pra fazer o processo e optam vir como estudante. Eu recomendo esse caminho já que pode levar a residência e os estudos podem abrir portas de trabalho. Porém não é barato, aliás é muuuito caro!!! Chegar aqui com família, sem inglês e tendo que viver meses, talvez mais de um ano gastando real em dólar pode ser enlouquecedor.  
O custo de vida nessa região de Vancouver é muito alto e o dinheiro vai embora rapidamente. A pessoa tem que ter muita humildade, pé no chão e cabeça fria pra suportar a pressão e encarar o que for necessário pra aumentar um pouco a renda.
Digo a vcs com toca certeza: não é pra qualquer um.
Mas aqueles que persistirem e confiarem no direcionamento de Deus não vão se arrepender. 
Que o Senhor abençoe a nossa semana.

sábado, 25 de julho de 2015

Meu primeiro emprego

Depois de muitos resumes e cover letter enviados, depois de muitas entrevistas, o Senhor meu Deus, na Sua infinita misericórdia, abriu uma porta de emprego pra mim :) Estou contratada como full time e começo a trabalhar na primeira semana de agosto como marketing e designer.
Deus não tarda, Ele faz as coisas certas na hora certa. 
Nessa busca por trabalho eu cheguei a receber uma proposta que ia de encontro aos meu valores e princípios como cristã e, mesmo precisando, eu recusei por acreditar 100% que Deus tinha outros planos pra mim.
Agora começa uma nova etapa na minha vida aqui no Canadá e eu posso te dizer com toda certeza que "Até aqui nos ajudou o Senhor!" 1 Samuel 7:12
Foram muitas portas fechadas que me entristeceram e me fizeram até duvidar de minha capacidade profissional. Mas eu me recusei a ficar desanimada. Olhei pra Deus e acreditei que Ele estava trabalhando ao meu favor e que na hora certa Ele iria agir. E assim foi. Glórias seja dada ao meu Senhor!!!
Quanto ao $$$, ainda não é o que eu quero, mas é mais do que muita gente consegue no primeira emprego. E eu sei que trabalhando com seriedade eu vou chegar onde almejo com a graça de Deus.
Espero que o Senhor nos dê um final de semana abençoado.


quinta-feira, 23 de julho de 2015

Quase canadense

Amigos, hoje passei pela prova de cidadania. De 20 questões eu acertei 19. Mas não pensem que eu achei fácil. Eu nem achei fácil e nem difícil. Das 20 questões 15 foram óbvias pra quem estudou e 5 bem difíceis.
Entreguei a prova com a certeza de que tinha 15 questões corretas, ou seja, se eu só tivesse essas eu passaria com a nota mínima cravada.
Depois da prova esperei mais de uma hora pela entrevista. Eu até pensei que eles tinham perdido o meu resultado rsrsrsr... A pessoa que me entrevistou me fez várias perguntas. Parecia que estava comparando minhas informações com as do meu marido, que fez a prova em fevereiro. Queria saber de tudo que vcs podem imaginar e mais um pouco.
Agora é esperar de 2-4 meses pela cerimônia e me tornar canadense de fato.
Mas eu gostaria de deixar registrado aqui que toda honra e toda glória é do meu Deus. Chegar até a cidadania não foi um caminho de três anos, desde que eu cheguei aqui. Foi um caminho de quase 10 anos, quando ainda nos EUA, em 2006, eu recebi de um amigo informações sobre o processo de imigração pro Canadá.
Eu tenho certeza que a minha vinda pra cá não foi a toa. Deus me trouxe com um propósito. Eu ainda não sei qual é a minha missão, mas garanto a vcs que todas as pessoas que cruzaram o meu caminho desde que eu cheguei ouviram falar do amor de Deus.
Eu estava conversando com um amigo israelense que eu ainda não me sinto canadense. Amo esse país e sou grata a Deus por viver aqui, mas eu ainda me vejo como uma brasileira que vive no Canadá. Eu ainda não consegui cortar meus laços com o Brasil e nem sei se isso um dia vai acontecer. Por mais que eu não pense em morar lá eu sou brasileira, baiana com orgulho :) e nordestina.
Eu tb gostaria de deixar registrado aqui nesse post a minha preocupação com possíveis terremotos na costa oeste do Canadá, exatamente onde eu moro. Um amigo meu disse que eu tenho que esquecer esse assunto e uma amiga me disse que eu estou amedrontando todo mundo com essa conversa.
Olha, nós somos imigrantes. A maioria de nós nunca passou por uma situação de risco como terremoto, tsunami, furacão, vulcão e etc. Nós não fomos educados nas escolas daqui, não sabemos o que devemos fazer numa emergência e, provavelmente, nem estamos preparados.
Eu mesma morei aqui por mais de três anos sem nunca ter comprado uma lanterna sequer. Eu penso que é prudente nós nos informarmos mais sobre as chances de um terremoto nos atingir e o que devemos fazer pra aumentar as nossas chances de sobrevivência.
Jesus nos ensina na bíblia a sermos prudentes como as serpentes: "...Mateus 10.16 ...portanto, sede prudentes como as serpentes..."
Eu não sei muito sobre serpentes, mas eu sei que ela é astuta, sagaz e me passa a impressão de ser fria. Ela observa sua vítima e dá o bote certeiro. Elas conseguem rastrear um presa a vários metros de distância pq sentem a vibração do solo. Eu penso que ser prudente como a serpente é observar os riscos a sua volta e estar sempre preparado pra se proteger.
Que o Senhor abençoe o nosso final de semana.
Boa noite a todos