"Agrada-te do Senhor, e Ele satisfará os desejos do teu coração. Entrega o teu caminho ao Senhor, confia nele, e o mais Ele fará." Sl37: 4-5















quarta-feira, 16 de abril de 2014

O desafio da fé

Nós, humanos, acreditamos com mais facilidade no que podemos ver e tocar. Mas é um desafio muito grande crer no que não está no alcance da nossa visão.
Vcs sabem que eu estou orando constantemente por um milagre pra família de amigos que vai deixar o país dia 28 de abril. Eu acordo e o meu primeiro pensamento está neles. Eu vou dormir e lembro deles... a situação é extremamente difícil e somente um milagre pode mudar esse quadro.
Mas milagres não podem ser vistos antes de acontecer, pq são milagres, ou seja, coisas impossíveis ao homem. E esperar por um milagre é uma batalha espiritual, pq a maioria das pessoas a nossa volta não crê, as circunstância são contrárias, então, é vc contra tudo e contra todos.
Por várias vezes na minha vida eu orei pedindo a Deus que aumentasse a minha fé, pq não é fácil acreditar no impossível quando tudo diz que não.
A bíblia relata a história de um pai que tinha um filho endemoniado. O rapaz era possuído por algo ruim e rangia os dentes, espumava, se debatia... um horror!!! Então o pai pediu que os discípulos fizesse alguma coisa, que expulsassem o demônio, mas eles não conseguiram. O pai, então, foi até Jesus, explicou que desde criança isso acontecia e pediu ajuda. Jesus disse a ele: Se tu poder crer, TUDO É POSSÍVEL AO QUE CRER. 
E o pai respondeu: Eu creio Senhor!!! ajuda a minha pouca fé.
E Jesus libertou o filho dele.
Eu acredito que os meus amigos podem receber uma ligação da imigração cancelando a viagem, ou receberem a residência no aeroporto ou, quem sabe, encontrar um sponsor. Tudo é possível ao que crer, e eu creio. Mas tem horas que eu preciso clamar por mais fé, pq as circunstâncias são contrárias. Hoje mesmo minha amiga me disse que quer continuar sendo minha amiga mesmo longe, ou seja, ela está orando por um milagre, mas em sua cabeça já está definido que ela vai embora. Não é que ela não tenha fé, mas é difícil manter a fé no meio de um povo descrente.
Fé é acreditarmos no que não podemos ver e isso, infelizmente, não é pra qualquer um.
Eu já presenciei muitos milagres, já ouvi muitos testemunhos e sei que milagres existem. Mas acima de qualquer coisa, eu tb sei que está a vontade soberana de Deus. E é ai que eu me rendo.
A minha fé não é maior do que a vontade de Deus na minha vida, então, por mais fé que eu tenha, tem horas que só me resta descansar nos braços do Pai.
Tem um outro relato interessante na bíblia. É a respeito de uma viúva que vivia atrás de um juís pra que ele fizesse justiça a ela. Mas esse juís era ruim, não temia a Deus e nem respeitava homem algum. Ele não queria atender a viúva, não queria perder tempo com ela, mas como ela não saia do pé dele, ele se viu obrigado a ajuda-la pra que ela parasse de pertuba-lo.
Então, no final, Jesus pergunta: E Deus não fará justiça aos seus escolhidos, que clamam a Ele de dia e de noite, ainda que tardio para com eles? Lucas 18:7
Que interessante, hein??? Esse texto é um incentivo pra persistirmos nas orações, orando de dia e de noite pra que o Senhor ouça o nosso clamor.
Todas as vezes que as coisas ficaram complicadas pro meu lado eu busquei ao Senhor incansavelmente e Ele me respondeu.
O mesmo Deus que respondeu as minhas orações pode responder as suas tb.
Boa noite

terça-feira, 15 de abril de 2014

A vizinha

Oi gente, passando aqui rapidinho pra contar uma novidade interessante. Há dois dias a dona do ap que nós alugamos nos deu um prazo até o dia primeiro de junho pra mudar pq ela tinha vendido o apartamento. Na verdade eu não sei se ela vendeu ou se vai ficar pro marido, já que eles se separaram recentemente. Mas isso não vem ao caso, o que eu quero contar é que eu já tenho um novo lugar e adivinhem onde é!!! No primeiro andar, bem embaixo da vizinha que cutuca o chão lá de casa com o cabo de vassoura rsrsrsrsrsr.... Juro que a primeira coisa que eu pensei foi: agora ela vai ver como é bom pertubar a vida dos outros rsrsrsrsrs... É claro que isso foi o meu primeiro pensamento, o segundo já controlou os meus instintos vingativos rsrsrsrsrsr... Não vou fazer nada, mas como a vida é, né??? Um dia a gente tá em uma posição superior e amanhã a gente pode não está.
Fiz bolo pra essa vizinha, dei presente de natal, convidei pro aniversário de minha filha, tratei super bem, mas nada adiantou, ela continuava reclamando. Agora eu vou morar embaixo dela e quero ver quão silenciosa ela é rsrsrsrsrrs...
As pessoas atacam facilmente sem nem tentar se colocar no lugar das outras. Mas a vida não é sempre de altos, ela é feita de baixos tb. Por isso é importante tratar os outros como gostaríamos de ser tratados. 
Eu entendo a minha vizinha e fiz de tudo pra amenizar o barulho, mas ela, nem por um minuto, se colocou em meu lugar. Eu simplesmente aluguei um ap no terceiro andar sem saber que eu seria um problema pra ela, pq se eu soubesse eu não teria alugado, pode ter certeza!!!
Parece uma coisa... por mais que a gente dê o melhor sempre tem os do contra no nosso caminho. Pessoas que aparecem pra tornar os nossos dias mais difíceis. Mas não tem problema, agora eu vou pro primeiro andar rsrrsrsrsrsr...
Bom, vou ficando por aqui.... 

segunda-feira, 14 de abril de 2014

Todo erro tem consequência

Oi gente, tô passando aqui rapidinho pra contar uma experiência que eu tive hoje.
Eu já tinha comentado aqui no blog anteriormente que eu fiquei um tempo ilegal nos EUA, enquanto eu esperava o green card do meu marido. Ele tinha um work permit e estava esperando o green card quando nos conhecemos. Pra ter direito ao processo dele eu teria que sair e correria o risco de não poder voltar. Pois é, fiz merda!!! Não foi nada premeditado, aconteceu por inúmeros motivos que não vem ao caso, eu saí de lá, mas deixei esse assunto pendente na minha vida. Eu sabia que não podia, nem mesmo sendo cidadã canadense, atravessar a fronteira sem correr o risco de dar explicações ou até mesmo de ser deportada. Pois bem, minha mãe e irmã pediram que eu fosse tentar o visto pra encontrar com elas na Flórida em junho. Eu sabia que a chance de ser negado era muito grande, mas eu resolvi tentar, pq, no mínimo, eu conseguiria encerrar essa parte errada da minha história.
Fui ao consulado, passei por todo aqueles estresse de vistoria e fui pra tal entrevista. O cara que me atendeu foi educado, porém frio. Ele não tinha nenhuma informação que me comprometesse no sistema, mas quando ele abriu o formulário que eu preenchi, com as informações verdadeiras, ele começou a me perguntar mil coisas e registrar no computador. Depois ele imprimiu uma folha, me deu e explicou que naquele momento eu não poderia receber o visto, mas que eu estava apta pra aplicar pro waiver, o perdão, um processo que pode levar até um ano.
Eu tenho duas opções: aplicar o waiver e ter a chance de ser perdoada pelo tempo que eu fiquei lá ou não aplicar e ter que esperar completar o prazo de 10 anos pra entrar nos EUA novamente. Eu já tenho 6 anos fora, faltam 4.
Fiquei triste, mas aliviada. Pq agora está tudo esclarecido e eu não tenho mais uma situação indefinida, sabe???
Não faço questão de ir nos EUA, mas o poder passar por lá me economizaria uma grana boa em passagens pro Brasil rsrsrsrsr... Mas, enfim, todo erro tem consequências. Tenho que encarar as minhas, né???
Boa noite


domingo, 13 de abril de 2014

Pra quem precisa

Esses últimos dias têm sido bem corridos por inúmeras razões, mas eu não tenho deixado de orar, tanto por mim como pra quem eu sei que está precisando. Pq a oração é pra quem precisa, sabia???
Eu oro pq eu preciso de Deus na minha vida. Eu preciso falar com Ele, compartilhar minhas ansiedades, meus problemas, dividir minhas alegrias, pedir direcionamento, enfim... Eu costumo dizer que Deus sem mim continua sendo Deus, mas eu sem Deus não sou nada.
Ainda que vc tenha a melhor família do mundo, os melhores amigos e tudo de bom que a vida pode oferecer eu quero que vc saiba que o homem pode falhar com vc, te decepcionar de alguma forma, até mesmo sua mãe pode pisar na bola, mas Deus, nunca!!!
O salmo de número 27:10 diz que ainda que seu pai ou sua mãe te abandonar, o Senhor te recolherá.
As adversidades pra quem conhece a Deus são pra amadurecimento espiritual, fortalecimento da fé e da comunhão com o Senhor. Pq são nos momentos mais difíceis que nós aquebrantamos o nosso coração e entramos de cabeça no mundo espiritual. 
Tá passando por um grande problema??? parece que dessa vez não vai ter jeito, eu quero te dizer: o mesmo Deus que agiu no passado de forma milagrosa é o Deus que vive hoje e pode agir na sua vida. Fé é a gente acreditar no que não está vendo. Creia, ore, reconheça suas limitações pq Deus vai operar na sua vida.
Os judeus estão comemorando esta semana a páscoa deles. A lembrança de que Deus os tirou do Egito, da escravidão, pra levá-los a terra prometida. 
Essa história é incrível pq pra tirá-los do Egito a bíblia relata que Deus fechava o coração de Faraó pra que ele impedisse a saída dos hebreus de lá. Mas pq Deus fechava o coração de Faraó se Deus queria que os judeus saíssem de lá??? parece contraditório, não é??? Mas não, Deus queria que o seu povo, Faraó e os egípicios vissem que Ele era o Deus verdadeiro, o Deus de poder. Ele queria que o seu povo saísse de lá carregado de bens pra enfrentar a viagem, como foi feito.
Mas mesmo depois de Deus lançar as pragas do Egito, de abrir o mar pro povo de Israel passar, as pessoas ainda duvidavam DEle. Bastava aparecer uma dificuldade pra eles começarem a reclamar. Se faltava comida eles sentiam saudade do Egito e reclamavam, aí Deus mandava maná do céu. Ai faltava água, e o povo reclamava de novo. Eles não lembravam que Deus não tinha falhado até ali e não iria deixa-los padecer por falta disso ou daquilo. Foram milagres e milagres e o povo ainda assim tinha pouca fé. Poucos foram os que confiaram, como Moisés.
Quando eu leio a Torá eu me pergunto pq era tão difícil pra aquele povo acreditar, confiar em Deus, mas depois eu penso que é do homem essa falta de fé. As vezes eu me deparo com uma montanha de problema e penso comigo: nossa, dessa vez eu não vou conseguir!!! Dessa vez tá mais difícil... dessa vez Deus me deixou no aperto rsrsrsrsrs... Mas ai o Espírito Santo me faz lembrar de todas as vezes que o Senhor me socorreu, de todos os milagres que Ele já fez na minha vida e eu me rendo a Ele.
"Elevo os meus olhos para os montes, de onde vem o meu socorro. O meu socorro vem do SENHOR que fez o céu e a terra."(Sl 121:1-2)
E tem mais: só quem passou pelo deserto tem histórias de milagre pra contar. Eu posso compartilhar experiências espirituais com vc pq minha vida é cheia de momentos que eu pensei que não conseguiria, mas foi confiando no Senhor que eu aindei sobre as águas.
Eu não sou judia pra comemorar a saída do Egito, mas sou filha de Deus, sou povo de Deus pra agradecer todos os dias pelo Senhor ter alcançado o meu coração. Em um mundo cada vez mais injusto, cheio de pessoas frias, egoístas, cheio de pessoas preocupadas consigo mesmas, o Senhor olhou pra mim e disse: Essa vai ser minha.
Ele colocou pessoas no meu caminho que me falaram da bíblia. No começo eu resisti, resisti muuuito!!!! rsrsrsrsrs... Tudo que eu acreditava do catolicismo e do espiritismo era contrário ao que a bíblia falava e eu não entendia. Mas eu abri o meu coração. Eu dei uma chance pra que me explicassem, eu me dei uma chance de aprender e minha vida mudou.
Sou muito grata a Deus por acreditar.
Boa noite

sábado, 12 de abril de 2014

Fugindo das injustiças

Hoje de manhã eu vi no facebook que um homem tinha sido assassinado na Bahia. O rosto dele me era familiar e eu fiquei tentando lembrar de quem se tratava. Em alguns minutos a ficha caiu e eu comecei a recordar de momentos em que eu tinha conversado com ele. 
No tempo que eu me tratei em Salvador eu convivi com minha irmã mais nova, o marido dela e os amigos deles e esse homem assassinado na madrugada de ontem era um deles.
Ele estava num shopping comendo quando um rapaz chegou e pegou comida na mesa dele, ele, como qualquer pessoa normal, perguntou qual era a do cara, e o homem sacou uma arma e deu cinco tiros, sendo um na cabeça e um outro no coração, e ainda feriu mais três pessoas pq ele saiu atirando. O amigo da minha irmã morreu ali mesmo.
O atirador é policial e foi preso, mas nós sabemos que a justiça brasileira é falha e que em pouco tempo ele ganhará sua liberdade de volta enquanto quem morreu... morreu.
Esse caso me fez pensar no quanto a violência está se aproximando da gente. Antes eu ouvia falar de crimes e assassinatos nas periferias, nas favelas, pela tv, ou seja, era algo distante, mas agora eu estou vendo conhecidos serem assassinados, parentes usando crack e eu me pergunto onde isso tudo vai parar. 
Eu saí do Brasil e vivo feliz da vida num lugar com violência mínima, mas minha família e muitos amigos continuam no Brasil bem perto de toda essa loucura. Por isso eu não tenho como ser indiferente.
Quando eu deixei o Brasil, há 15 anos atrás, muita gente me chamou de maluca, me criticou, foi contra mim, mas hoje eu é que acho uma insanidade querer viver e criar filhos no Brasil.
Podem discordar a vontade da minha opinião, mas quem teve a oportunidade de viver em um país mais justo entende bem o que eu estou falando.
Que o Senhor fortaleça e console a família desse rapaz.
Mudando de assunto, acabei de chegar da casa dos meus amigos que tiveram o refúgio negado. Eu e meu esposo temos ido lá pra orar e hoje nós tivemos um final de tarde abençoado. Eu, meu esposo, o casal de amigos e mais uma amiga cristã estivemos louvando a Deus, compartilhando testemunhos, experiências de milagres em nossas vidas e tivemos a nossa fé edificada.
Eu tenho orado por essa família constantemente pq eu creio num milagre. Eu acredito que Deus vai abrir uma porta, pq Ele é um Deus de amor e de misericórdia. Podem me chamar de maluca, mas eu acredito em milagres. Ainda que tudo diga que não, a última resposta é do Senhor.
Hoje, enquanto orávamos, o filho mais velho deles chorou copiosamente por não querer voltar ao país violento que eles deixaram pra trás. Ele estava sofrendo por não poder ficar aqui, na terra que eles sonharam em viver. E eu olhei para aquelas lágrimas e eu sofri com ele, pq na verdade o que eles querem é o que eu quis quando comecei a sonhar com o Canadá, uma vida mais justa e tranquila, longe de toda a violência, corrupção e injustiças do Brasil.
Eles erraram por não programarem a vinda pra cá com mais cuidado, mas como uma amiga e irmã em Cristo, o meu papel agora é orar e orar por um milagre. Pq eu não sou melhor do que eles pra merecer estar aqui e eles não. Se o país abriu a porta pra mim pode abrir pra eles tb... Se assim Deus quiser.
Por favor, se vc crê em Deus, ore por essa família. Interceda, nem que seja por um minuto. Se coloque no lugar deles e peça a Deus por um milagre. Milagres existem!!!
Quando eu estava com minha filha internada, com infecção generalizada, eu pedi a todas as igrejas que eu já tinha frequentado que me ajudasse em oração, e eu lembro que a esposa do meu pastor eu disse: Irmã, eu preciso de um milagre.
Ela reuniu as irmãs da igreja e elas começaram a orar por um milagre todos os dias as 5:00 da manhã e um dia, quando meu esposo entrou na UTI pra ver minha filha, um técnico de enfermagem se aproximou e pediu pra orar por ela. Meu esposo permitiu, mesmo sem nunca tê-lo visto, e ele orou e depois disse ao meu marido: Não se preocupe, sua filha vai sair daqui viva, e Deus manda te dizer que Ele vai te tirar do Brasil e vai te enviar pra um lugar bem distante.
Até então a gente não tinha recebido a resposta do consulado e meu marido nem pensava em ir pro Canadá. Na verdade ele dizia que não ia de jeito algum!!! Mas Deus conhece o dia de amanhã, Ele é o Deus que direciona as nossas vidas e ouve o nosso clamor. Ele fez o milagre. Ele tirou minha filha da UTI quando os homens já não podiam fazer nada. Ele me trouxe pro Canadá mesmo depois de meu processo ter sido cancelado. O mesmo Deus que fez milagres na minha vida é o Deus que vai fazer um milagre na vida dos meus amigos. Eu creio!!!
Que o Senhor nos dê uma semana abençoada.

segunda-feira, 7 de abril de 2014

Quando as portas se fecham

Quando Deus fecha uma porta nada do que façamos pode abri-la. 
Em 2004, logo após o meu casamento, eu perdi o meu emprego. Foi algo como um mês depois da lua de mel. Eu comecei a procurar trabalho e nada. Ficava horas na internet pesquisando, mandando resumes, agendando entrevistas e nada. Depois de aproximadamente cinco meses eu resolvi procurar um subemprego, uma faxina pra fazer, qualquer coisa.
Fui numa agência de empregos, preenchi um formulário e conversei com a pessoa responsável. De repente, ela olhou pra mim e disse: Eu não vou te arrumar emprego. 
Eu, assustada, perguntei pq não, e ela me respondeu: Eu não sei, tem algo em vc que me diz que não é pra eu te dar trabalho.
Eu saí de lá, entrei no meu carro e entendi que eu estava sem emprego porque Deus me queria sem trabalho naquele momento da minha vida. Ele estava fechando as portas e eu tinha que esperar e crer. Era tempo de me dedicar ao meu casamento, de aprender a ser esposa e não de trabalhar.  
Algum tempo depois eu liguei pra uma senhora no Brasil que orava muito e eu não disse o que estava acontecendo. Liguei pra falar com ela, mas não quis entrar em detalhes, mas ela me disse: Deus manda te dizer que vc vai trabalhar em um escritório grande, cheio de portas e de pessoas entrando e saindo.
Dois meses depois eu fui chamada pra trabalhar numa empresa enorme, cheia de portas e de funcionários. Trabalhei lá por quase cinco anos. 
Essa experiência me fez entender que Deus age nas nossas vidas de forma que não entendemos, mas com propósito.
Semana passada eu e meu marido entramos em contato com uma empresa grande daqui pra ver se eles poderiam aplicar o visto de trabalho pra família que tem que sair do país. Meu marido falou com o dono e ele se dispôs a ajudar. Nós oramos, pedimos ao Senhor que abrisse as portas, mas hoje, o meu amigo foi pra uma entrevista lá, eles ofereceram um emprego pra ele, mas não puderam dar uma vaga de gerência, que qualificasse a permissão de trabalho, ou seja, mais uma porta fechada.
Quando eu soube eu fiquei arrasada!!! Eu acordei hoje orando por essa entrevista, dirigi louvando e orando por essa família e Deus não abriu a porta. Mas eu senti o Espírito Santo tocando em mim e me dizendo que o milagre viria do Senhor e não das mãos dos homens, ai eu entendi que era o agir de Deus, que agora era tempo de descansar e confiar no Senhor. 
"Confie no Senhor e faça o bem; assim você habitará na terra e desfrutará segurança.
Deleite-se no Senhor, e ele atenderá aos desejos do seu coração.
Entregue o seu caminho ao Senhor; confie nele, e ele agirá" Salmos 37:3-5
Não é fácil descansar em Deus quando está dando tudo errado, mas quem conhece a Deus de verdade consegue. Eu fui visitar essa família hoje a noite e não encontrei ninguém arrasado ou sem esperança, encontrei um casal que está firme com o Senhor, um casal que é grato a Deus independente das circunstâncias e que está com a fé fortalecida NEle. 
Peço a vcs, servos de Deus, que orem por essa família.  
Que Deus abençoe a nossa semana.

sexta-feira, 4 de abril de 2014

A resposta sempre vem

Oi gente, eu venci mais uma semana de estágio. Não pensem que eu não estou gostando, muito pelo contrário, eu estou amando!!! As pessoas são ótimas, o clima é muito agradável e eu estou aprendendo muuuuito!!!! Não é aquele tipo de estágio que vc não faz nada de interessante, sabe??? eu estou trabalhando, participando das reuniões, conhecendo os projetos, enfim, tá valendo muuuito a pena!!! O lado ruim é o ir pra lá e o voltar de lá, mas fora isso está sendo uma bênção!!!
Ontem eu estava conversando com a minha amiga, que teve o pedido de refúgio negado, e eu comentei com ela que eu tinha certeza absoluta que Deus iria agir de alguma forma no caso dela. Pq eu nunca vi Deus desamparar os seus ou não responder a uma oração.
Esse estágio mesmo foi uma resposta de oração. Vcs acreditam que eu tenho colegas que ainda não conseguiram um??? pois é, e olha que falam inglês melhor que eu. O Senhor ouviu o meu clamor e abriu a porta certa na hora certa. E do mesmo jeito que Ele agiu na minha vida eu tenho certeza que Ele agirá na vida da minha amiga. Eu disse a ela: eu não sei o que Deus vai fazer e nem como Ele vai fazer, mas eu sei que Ele vai fazer.
Por que eu tenho tanta certeza assim??? Desde que eu conheci essa família eu tenho visto as mãos do Senhor sobre eles. São pessoas que amam a Deus de verdade e confiam NEle. E, pela minha experiência de vida, eu nunca vi Deus desamparar um filho. As vezes as respostas não são as que nós queremos ouvir ou não acontecem do jeito que pensamos e nem no nosso tempo, mas elas sempre vêm. 
Talvez vc esteja se perguntando porque Deus permitiu que essa família tivesse o pedido de residência negado. Eu não sei, mas uma coisa eu garanto: Ele está no controle. Se foi negado é pq Ele quis e tem motivo, que nós só vamos saber mais pra frente.
Quando eu estava nos EUA eu orei tanto pelo green card, pedi a Deus a residência de lá e Ele não me deu. Hoje, seis anos depois de ter saído da Flórida, eu entendo pq Deus não me deu o green card, pq Ele tinha o PR guardado pra mim.
A vida do crente é assim: mesmo que o mundo pense que nós perdemos, nós ganhamos, pq com Jesus no barco não tem tempestade que nos derrube, porta fechada que não se abra e oração que não seja respondida.
Que Deus abençoe vcs.